top of page

Irani (RANI3) cai 12% após o resultado. O papel micou ?

A Irani Papel e Embalagem (RANI3) teve lucro líquido de R$ 7,09 milhões no 4T23, queda de 91,7% vs. o 4T22.


DOIS FATORES NÃO CAIXA E/OU NÃO RECORRENTES AFETARAM o resultado neste 4T23


  • R$ 26 milhões negativos de redução de valor justo dos ativos biológicos devido a estabilidade de preço da madeira e aumento da taxa de desconto no cálculo.


  • R$ 28,1 milhões negativos de impairment de propriedades dado que a cia concluiu pela inviabilidade da utilização de alguns terrenos não operacionais.


O Ebitda AJUSTADO no 4T23 foi de R$ 112 milhões com margem de 29,1% redução de 6,2% em relação ao apurado no 4T22 devido a sazonalidade do mercado.


A receita líquida no 4T23 caiu 6% vs. a do 4T22, e 6% vs. a do 3T23, por menores volumes e preços no segmento Papel para Embalagens Sustentáveis e de Resinas Sustentáveis.


Ajustando os dados para algo mais recorrente... 

O lucro líquido da Irani (RANI3) desconsiderando os efeitos não recorrentes seria de R$46 milhões queda de 8% em relação ao 3T23 e 13% em relação ao 4T22.


Comparado com o valor de mercado atual o EV/Ebitda é de 8x e o P/L anualizado é de 12x.

A alavancagem da Irani aumentou de 1,4x o Ebitda em 2022 para 2,0x o Ebitda no 4T23, o que é esperado pelos investimentos na plataforma GAIA .


 A dívida da empresa é majoritariamente (97%) de longo prazo e o custo médio da dívida em 2023 foi de 14,2%.


O custo da dívida deve cair acompanhando a queda da Selic, o que deve fazer o lucro melhor em 2024.


Falando em plataforma Gaia, a empresa já fez 87% dos investimentos planejados de R$1 bilhão em várias iniciativas de melhoria de margens , custos e eficiência.


Com o encerramento deste projeto, sobrará mais dinheiro para pagar dívidas e continuar a pagar bons proventos.


Perceba que hoje estamos no estágio final do projeto Gaia, onde praticamente só falta o investimento na nova impressora FFG Dual Skotter:

 

Além disso, a Repotenciação Cristo Rei Gaia e de São Luiz estão sendo reavaliadas.


Comparando com as pares setoriais


A Irani possui o maior roic (retorno sobre o capital investido) entre pares setoriais (tamanho da bolha)


Também possui um dos mais baixos índices de P/L do setor:

Repare que no setor de papel e celulose ela ainda é a empresa com menores múltiplos estimados e maior retorno esperado em proventos:


CONCLUSÃO:

Não foi um resultado forte, mas a queda é exagerada. Não recomendo vender.


A empresa continua tendo um retorno sobre o capital (ROIC) alto de 16,6% e MAIOR QUEA SELIC


mesmo com a queda devido a resultados mais fracos no 4T, O ROIC é 7 pontos superior ao custo de capital da empresa.


Ou seja, a Irani continua sendo uma excelente empresa em termos de rentabilidade e proventos.


Os proventos foram de 10,6% do valor da ação nos últimos 12 meses


espero um BOM recebimento de proventos em 2024, DE 6% A.A.


Mantenho Irani com recomendação de COMPRA.


O Valuation atualizado com o resultado do 4T indica um potencial de 23% baseado no preço alvo atualizado de R$12 por ação, mais os proventos estimados de 6% em 2024.


 


AURA33 : Aumento substancial nas reservas minerais


Ontem mesmo escrevi um relatório sobre Aura Minerals (AURA33) , que você lê aqui


Hoje a empresa Aura (AURA33) informou  o maior aumento na história da Apoena desde 2017

Ocorreu a adição de 110 mil Oz de reservas minerais provadas e prováveis em Apoena em 2023 , ou um acréscimo de 5 anos de vida útil com base nessas reservas.


 


 



 

QUADRO DE AVISOS:


 

 


 


 


OFERTA PLATAFORMA INVESTING.COM !


USE MEU CUPOM CRISPRO NO SITE ABAIXO PARA GARANTIR ATÉ 50% DE DESCONTO




 


Abraços

Cristiane Fensterseifer – CNPI, CGA e consultora CVM

Instagram : @crisinveste

Twitter : @crisinveste

WhatsApp: 51 992017563

23/02/2024

 


 

346 visualizações1 comentário

1 commentaire

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
Noté 5 étoiles sur 5.

DEIXE SUA AVALIAÇÃO E COMENTÁRIO ! VOU ADORAR RESPONDER !

J'aime
RECEBA
O MELHOR
CONTEÚDO DE
INVESTIMENTOS
NO SEU EMAIL

Obrigado(a)!

bottom of page