top of page

vai ter "NEW" FIES? COMPRE ESTA EDUCACIONAL! NOVA SMALL CAP RECOMENDADA com + de 100% de potencial


A ideia desta exposição é nos anteciparmos a um possível anuncio dado que há rumores sobre uma expansão do financiamento estudantil pelo FIES.


Expansão no programa de financiamento do governo (FIES) pode ser um catalisador do setor!

Sabe-se que o FIES foi uma grande bandeira do presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante sua campanha ao Palácio do Planalto, bem como nos últimos mandatos do PT.


Fonte: Twitter
Fonte: Twitter


O governo criou um grupo de trabalho para o assunto no inicio de março de 2023, para realizar diagnósticos sobre a situação atual do Fies (histórico de alta inadimplência).


Além disso esperam-se propostas para o limite de financiamento, valor do teto de cursos, situação para medicina e sua desburocratização, com um Fies 100% digital, por exemplo.


Espero ver algum anuncio ainda este ano e ainda que nenhum detalhe esteja disponível, qualquer anuncio deve vir para ampliar o acesso ao ensino superior na minha opiniao, o que beneficiaria as educacionais em bolsa


O problema a desviar: empresas muito alavancadas


As companhias educacionais listadas em bolsa estão com índices de alavancagem financeira medidos pela métrica de dívida liquida / Ebitda altos na sua maioria.


Como a Selic ainda está muito alta e mesmo uma queda ainda deve manter os jutos em torno de 10% até 2024 segundo a Focus, o ideal é escapar de empresas com alto índice de endividamento.


Desta forma, quando consideramos que a dívida líquida / Ebitda de Cogna e Anima está acima 3 vezes seu Ebitda de 12 meses, as considero uma escolha ainda mais arriscadas para o cenário de Selic ainda acima de 10% até 2024 segundo projeções do Focus, mesmo que caindo em relação ao nível atual


A Cruzeiro do Sul encerrou o 1T23 com um endividamento líquido de apenas 0,3 vezes quando consideramos o endividamento financeiro .


A dívida vai para 2,5 vezes EBITDA quando consideramos também os compromissos a pagar parceladamente decorrente de fusões e aquisições e os arrendamentos (aluguéis).


Neste sentido, destaca-se a Cruzeiro do sul pela baixa alavancagem o que como veremos é complementado com outros múltiplos tambem baixos, a tornando nossa escolha principal!


A Ser Educacional (SEER3) também aparece com uma dívida menor que as demais, porém sua base de alunos concentrada nas regiões Norte e Nordeste colocam um risco adicional no case, pela menor renda média e possível maior inadimplência, na minha opinião.


Fonte: Investe10
Fonte: Investe10

Quando olhamos a métrica EV/Ebitda também vemos a CSED3 como a empresa mais barata do setor:

Fonte: Investe10
Fonte: Investe10

Em termos de P/L a Cruzeiro do Sul a projeção é de uma forte contração de múltiplos em 2023 e 2024, no entanto, de forma a negociar com um P/L projetado de menos de 10 vezes.


Sua situação é melhor que as concorrentes em bolsa, uma vez que a empresa se mantem lucrativa, mesmo na crise, comparativamente as concorrentes que vem negociando com P/L negativo dado os prejuízos recentes.


Expectativas para o setor são melhores daqui para frente


As empresas de educação devem se beneficiar de um cenário mais benéfico de juros e por um crescimento maior do Brasil.


Além da esperada queda da Selic no segundo semestre, que melhora tanto a condição de financiamento como a avaliação das empresas ligadas ao mercado domestico na bolsa, temos outros indicadores econômicos também surpreendendo no Brasil.


Veja só como os últimos indicadores da economia brasileira surpreenderam:


PIB maior que o esperado


O recém divulgado PIB brasileiro do 1T23 veio melhor que o esperado e cresceu 1,9% em relação ao trimestre anterior, na série com ajuste sazonal.


Frente ao mesmo trimestre de 2022, o PIB cresceu 4,0% bem melhor que a expectativa de 3% do consenso.


Desemprego e desocupação menor que a esperada


Outro fator super importante para o setor, o desemprego, também veio melhor que o esperado.

A taxa de desocupação no Brasil ficou em 8,5% no trimestre encerrado em abril, de acordo com a Pnad, o que se compara a 10,5% do mesmo período de 2022.


Esta foi a menor taxa de desemprego para o período desde 2015.


Além disso, em geral este período do ano mostra uma maior taxa de desocupação, o que não ocorreu desta veze também mostra que a economia não está tão fraca, apesar dos juros altos.


A massa de renda real paga aos ocupados somou R$ 279 bilhões no trimestre até abril, alta de 9,6% ante igual período do ano anterior.


A renda média real do trabalhador foi de R$ 2.891 no trimestre encerrado em abril, alta de 7,5% em relação ao mesmo período do ano anterior.


Inflação menor que a esperada


O IBGE divulgou dia 25/05/23 um IPCA-15 de 0,51% em maio, abaixo da mediana 0,65% das estimativas e abaixo da taxa de abril (0,57%) e abaixo de Em maio de 2022 (0,59%)


No ano, o IPCA-15 acumula alta de 3,12% e, em 12 meses, de 4,07%, abaixo dos 4,16% registrados nos 12 meses anteriores.


Saúde (1,49%) e Alimentação (0,94%) foram os grupos com maior impacto no índice do mês.


ISTO COLOCA MAIS PRESSÃO PARA QUEDA DE JUROS, O QUE É ÓTIMO PARA SMALL CAPS E PAPÉIS LIGADOS A ECONOMIA DOMÉSTICA!


Resultados de educação no 1T23 foram mais animadores


Os resultados do 1T23 também surpreenderam para o lado positivo, e a Cruzeiro do Sul registrou aumento de 10% no lucro líquido ajustado no 1T23, para R$ 12 milhões, com forte crescimento de volume impulsionando os números.


                Fonte: Cruzeiro do Sul
Fonte: Cruzeiro do Sul

O resultado do 1T23 serviu para completar, portanto, o otimismo com o case daqui para frente.

Já vimos que os múltiplos da empresa estão descontados e a perspectiva econômica para o setor é positiva, tanto do ponto de vista dos dados como emprego e PIB, como por uma possível medida governamental para ampliar o Fies.


Ainda assim, é importante mergulhar no caso específico da empresa, para entender suas perspectivas, estratégias e o negócio em si.


Vamos ver mais no detalhe a empresa Cruzeiro do Sul:


A recomendação de hoje é Cruzeiro do Sul (CSED3)


A Cruzeiro do Sul Educacional é o quarto maior grupo de ensino superior do Brasil, com foco em ensino de alta qualidade.


Fundada em 1965, atua com as bandeiras Cruzeiro do Sul, Unicid, Universidade Positivo, UDF, Módulo e Braz Cubas.


A Cruzeiro do Sul conta hoje com mais de 404 mil alunos em 29 campus, além de 1.404 polos de educação à distância

                Fonte: Cruzeiro do Sul
Fonte: Cruzeiro do Sul

A empresa tem 50% da receita líquida vindo de cursos de saúde e mais 20% de cursos de direito e engenharia.


                Fonte: Cruzeiro do Sul
Fonte: Cruzeiro do Sul


Os cursos de medicina têm, hoje, uma mensalidade média de R$ 8 mil a R$ 12 mil.


Pelo perfil da base de alunos a empresa tem historicamente um crescimento positivo, um ticket médio elevado e taxas de evasão e inadimplência menores do que outras empresas do setor listadas em bolsa


IPO PARA CRESCER


O IPO da empresa movimentou R$ 1,2 bi e as ações foram precificadas em fevereiro de 2021 a R$ 12,99 , abaixo da faixa indicativa que ia de R$16,4 por ação a R$19,60 por ação.


Estes preços comparam-se a cotação atual de R$3,2 por ação !


Os recursos da oferta primária (R$1,07 bilhões) destinados a expandir e consolidar o setor via operação em fusões e aquisições (90% dos recursos).


O maior acionista é o fundo soberano de Cingapura (34,76%);


        Fonte: Cruzeiro do Sul
Fonte: Cruzeiro do Sul

Historicamente a companhia sempre foi lucrativa, tirando o momento da pandemia.

        Fonte: Cruzeiro do Sul
Fonte: Cruzeiro do Sul

O lucro líquido foi de R$ 121 milhões em 2019, R$ 118 milhões em 2018 e R$ 87 milhões de 2017.


Considerando o lucro líquido de 2019, pre pandemia, teríamos um P/L de 9,7 vezes.


O Ebtida alcançou R$ 397,2 milhões em 2019, ante R$ 266,3 milhões de 2019 e R$ 182,3 milhões de 2018.


Considerando o Ebitda de 2019, pré pandemia, teríamos um EV/Ebitda de apenas 3 vezes comparado com o valor da firma atual.


                Fonte: Cruzeiro do Sul
Fonte: Cruzeiro do Sul

Projeções para CSED3


A CSED mostrou um excelente desempenho de novos alunos no último ciclo de captação, com crescimento de 11% frente ao ano anterior no modo presencial e de 42% no modo online.


                Fonte: Cruzeiro do Sul
Fonte: Cruzeiro do Sul

Este crescimento se alonga por todo o ciclo de estudo dos alunos de cerca de 5 anos.


Com a forte admissão de novos alunos na última temporada de matriculas e a estratégia de não reduzir preços, com repasse da inflação, espero crescimento médio de mais de 10% ao ano na receita.


A Cruzeiro do Sul pode melhorar sua rentabilidade bruta quando comparamos seu resultado com as pares, ainda que tenha um nível saudável atualmente.


Em termos de preços, vemos uma estabilidade de forma que as margens devem refletir os esforços estratégicos.


A empresa vem empreendendo esforços para melhorar seus resultados, dentre os quais destacam-se:


1. Digitalização acelerada para maior eficiência e melhor a experiência dos alunos


2. Redução de custos


3. Novo modelo acadêmico, com maior aproveitamento das salas de aula e menor custos com professor por aluno


4. Crescimento do ensino online com política de preços rígida e padrões elevados dado o reconhecimento e reputação da marca.


5. Disciplina de alocação de capital, de forma que nenhuma aquisição sem o padrão de retorno exigidos pela empresa deve ser realizado.


As margens projetadas estão em patamar semelhante ao atual, de forma conservadora, apesar das diversas medidas anunciadas para ampliação desta, conforme explicado acima.


Por fim a geração de caixa esperada deve permitir redução do endividamento e abrir espaço para crescimento adicional via aquisições.


Crescimento adicional via aquisições


A Cruzeiro do Sul possui uma alavancagem menor que as pares setoriais e isso também constitui vantagem para crescer.


Considerando um cenário mais benigno de juros e uma alavancagem em linha com média setorial, poderíamos estimar aquisições de até R$ 250 milhões nos próximos anos.


Entendo que empresas atuantes em segmentos como medicina e ensino a distância podem fazer sentido dentro da estratégia da empresa.


A companhia está de olho em marcas “premium” que ocupem posições de liderança em grandes cidades do país e que tenham grandes bases e estudantes.



Riscos da tese


Como você deve ter reparado em inúmeras vezes eu citei a melhora de indicadores econômicos e a melhora deles é necessária e está intimamente ligada a uma maior captação de alunos e melhores preços praticados pelas empresas, dado que seus clientes dependem de renda e emprego para contratar os serviços .


Se a economia se deteriorar, as empresas do setor de educação podem ter um desempenho inferior.


O setor tem alta concorrência, principalmente no online. Além disso novas tecnologias e empresas podem baixar mensalidades para ganhar mercado.


Em um cenário de guerra de preços as margens da CSED poderiam ser afetadas, mas este não é o cenário hoje, dado que as empresas mais alavancadas e muito mais disciplinadas em termos de tickets cobrados.


A reforma tributária pode trazer mudanças de tributação para o setor, e o Prouni por meio do qual empresas cedem vagas gratuitas em troca de isenção de imposto de renda pode acabar em 2031.


Cursos são regulamentados e no caso de medicina já tiveram limitação de criação de vagas, portanto novas regulamentações podem acontecer afetando os negócios.


A Cruzeiro do Sul hoje tem apenas 12,3% do seu capital social em circulação no mercado, um percentual menor que o exigido no Novo Mercado, e alternativas para o reenquadramento do free float podem ocorrer, como por exemplo ofertas secundárias


CONCLUSÃO: COMPRAR 1,5% DO PATRIMÔNIO TOTAL EM CRUZEIRO DO SUL (CSED3), ampliando a exposição em small caps


O preço alvo estimado para 12 meses é de R$6,5 por ação, um upside de 102%.


O preço alvo médio do consenso de analistas conforme a InvestingPro é de R$4,96, sendo os mais otimistas com R$7 reais, como é o caso do preço alvo do Bank Of America (BofA)


      Fonte: InvestingPro
Fonte: InvestingPro

A CSED negocia a um EV/EBITDA esperado de apenas 4 vezes e um P/L estimado de apenas 9 vezes para 2023 , uma das mais baratas do setor, o que não reflete a qualidade da sua operação e ao crescimento potencial do negócio!


Além disso se ocorrer um empurrão via uma expansão do Fies, ou alguma outra iniciativa, temos um catalizador extra para a alta das ações de ensino superior na bolsa.


Abraços!


Cristiane Fensterseifer – CNPI, CGA e consultora CVM

Instagram : @crisinveste

Twitter : @crisinveste



01/06/2023


522 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
RECEBA
O MELHOR
CONTEÚDO DE
INVESTIMENTOS
NO SEU EMAIL

Obrigado(a)!

bottom of page