top of page

Mercado versus Mercadante

Atualizado: 14 de dez. de 2022

Mais um dia ruim para o nosso Ibovespa, que caiu 1,71%


O dia hoje contou com parada de negociação nos juros por alta acentuada após Lula anunciar Mercadante para presidente do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento.


O mercado não reagiu bem, pois Mercadante lembra o mercado da condução do governo Dilma, que jogou o Brasil numa recessão, no qual ele foi ministro da Casa Civil, entre outros cargos.


A gestão foi marcada por financiar com juros subsidiados a grandes empresas, que ficaram conhecidas como “Gigantes Nacionais”, tal como a JBS.


Também rolou nos grupos de Whatsapp de mercado, críticas ao anúncio pelo Haddad (futuro ministro da Fazenda) de Gabriel Galípolo, para o comando da secretaria executiva do seu ministério.


Apesar de um currículo com passagens pelo mercado financeiro, como o cargo de ex-presidente do Banco Fator, foram criticados seus posicionamentos contra a cartilha “padrão” aceita pelo mercado para conduzir a política fiscal e monetária - de acordo com um vídeo que circulou por aí.


Isso casa com as falas do Lula questionando as metas de inflação e não de criação de emprego e crescimento.


Tudo indica um governo desenvolvimentista, com o Estado como indutor do crescimento, via BNDES.


Só que um estado já bastante endividado como o nosso gastando mais, leva a juros mais altos e foi justamente isso que vimos ocorrer hoje, taxas de juros explodindo com o anuncio de Mercadante, interrompendo os negócios.


Juros mais altos, bolsa xai, pois o custo de capital para as empresas crescerem sobe e o dinheiro sai destas para o “quentinho” da renda fixa, que está pagando juros altíssimos com risco menor.


Se há algum lado meio cheio no copo nesse anúncio, na minha opinião, é que Mercadante não vai para a Petrobras.


Outro ponto positivo, falando de forma muito pragmática, é que as taxas subiram e isso abre oportunidades nos títulos de renda fixa.


Mais uma notícia boa, para não desanimar, rumores dão conta que Haddad deve anunciar Bernard Appy para sua equipe, um nome que é mais amigável aos olhos do mercado (mas vou esperar isso se confirmar e amanhã comento melhor).


Nos EUA o aguardado Índice de Preços ao Consumidor (CPI) de novembro veio abaixo do esperado!


O CPI subiu 0,1% frente ao mês anterior e 7,1% ano a ano, ante consenso de +0,2%, na margem e +7,3%, na base anual.


Com isso as bolsas lá subiram - Nasdaq avançou 1,01%.


O destaque corporativo vai para a empresa Priner (PRNR3) que vai pagar juros sobre capital próprio (JCP) de R$ 0,258295 por ação em 23 de dezembro de 2022. um excelente retorno de 4% por ação!! Fruto dos bons resultados da operação!


Terão direito os acionistas da companhia em 14 de dezembro de 2022 e dia 15/12/2022 as ações ficam “ex-direito”.


A 3R Petroleum (RRRP3) ficou entre as maiores altas 0,9% junto com a PetroRio (PRIO3) +0,72%, devido à alta no petróleo Brent de cerca de 3% para US$80.


A alta do petróleo vem na esteira da inflação mais baixa nos Eua, o que limita a necessidade de alta de juros pelo FED.


O Goldman Sachs reduziu a projeção para o preço do petróleo Brent de US$ 110 em 2023 para US$ 95 o barril.


A retomada da demanda na China e a restrição na oferta devem manter os preços relativamente elevados no curto prazo e a queda na produção de EUA e Opep até 2026 e num prazo mais longo.


Destaque para o impacto benéfico nas construtoras de imóveis populares como a Cury (CURY3) com a PEC da transição librando para habitação popular R$9 bilhões, conforme o relator-geral do Orçamento, senador Marcelo Castro (MDB).


As ações da Suzano (SUZB3) caíram -6,43% pois ela reduziu o preço para sua celulose de fibra curta na China.


Grande Abraço,

Cristiane Fensterseifer,

Analista de investimentos (CNPI), gestora de carteiras de investimentos (CGA) -


13/12/2022








Disclaimer


Exoneração de responsabilidade e informações importantes:


Os conteúdos podem mencionar possibilidades de lucro financeiro decorrente de investimento, eximindo-se a analista de qualquer responsabilidade sobre eventuais prejuízos do cliente em decorrência da tomada de decisão deste. Recomendações de investimento mesmo quando são fundamentadas pela avaliação criteriosa de um analista certificado, podem não estar corretas e não antecipar o comportamento dos mercados com exatidão. Padrões, histórico e análise de retornos passados não garantem rentabilidade futura. Todo investimento financeiro, em maior ou menor grau, embute riscos que podem ser mitigados, mas não eliminados. Nunca devem ser alocados em renda variável recursos destinados a despesas imediatas ou de emergência, bem como valores que comprometam o patrimônio do cliente. A analista não realiza intermediações financeiras e não obtém nenhum tipo de receita advinda de comissões, corretagens ou emolumentos sobre montantes aplicados, cabe ao investidor a exclusiva responsabilidade pela execução de operações junto à respectiva instituição financeira na qual possua conta aberta. Os analistas têm, ou podem vir a ter, posições nos investimentos recomendados. O disclaimer não se sobrepõe à legislação e regulamentação vigentes.


ATENÇÃO: Retornos passados não são garantia de retorno futuro. Investimentos envolvem riscos e podem causar perdas ao investidor. Cada investidor deve desenvolver suas próprias análises e estratégias, considerando seu nível de risco e perfil de investidor.


Ao assinar, adquirir ou utilizar quaisquer de nossos produtos ou serviços, você concorda e sujeita-se ao Termo de Uso sem o qual não poderá contratar o serviço:

TERMO DE USO: VOCÊ CONCORDA QUE INVESTIMENTOS ENVOLVEM RISCOS E QUE O MATERIAL DISPONIBILIZADO AQUI NÃO OFERECE GARANTIA DE RETORNO, EXPRESSA OU IMPLÍCITA, CABENDO AO CLIENTE POS SUA OPÇÃO, CONTA E RISCO COLOCAR EM PRÁTICA INVESTIMENTOS BASEADOS EM TAIS INFORMAÇÕES.


Cada investidor deve desenvolver suas próprias análises e estratégias.


Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários(de investimento), nos termos da CVM nº 20/2021


O analista de investimento, ou de valores mobiliários, envolvido na elaboração deste relatório declara que as recomendações contidas neste refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma.



1. O(s) analista(s) de investimentos, envolvidos na elaboração deste relatório, não tem vínculo com pessoa natural que trabalha para o emissor objeto do relatório de análise.


2.O(s) analista(s) de investimentos, seus cônjuges ou companheiros, podem deter, direta ou indiretamente, em nome próprio ou de terceiros, ações e/ou outros valores mobiliários de emissão das companhias objeto de sua análise.


3.Os analistas de investimento, seus cônjuges ou companheiros, podem estar direta ou indiretamente envolvidos na aquisição, alienação ou intermediação dos valores mobiliários objeto deste relatório.


4.Os analistas de investimento, seus cônjuges ou companheiros, podem ter direta ou indiretamente, interesse financeiro em relação à companhia emissora dos valores mobiliários analisados neste relatório.


5.Os analistas de investimento, seus cônjuges ou companheiros, negociam com cotas de fundos de investimento que concentram seus investimentos na companhia analisada ou em seu setor da economia, ou em cuja administração ou gestão podem influenciar, direta ou indiretamente.


As opiniões são individuais do analista a partir da sua percepção e analise, bem como projeções e entendimento e sempre são sujeitos a mudanças acompanhando os fatos.


O conteúdo não constitui oferta de negociação de valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros.


O analista responsável pela elaboração do conteúdo declara, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº 20/2021, que suas recomendações refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e são elaboradas de forma independente.


Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvidos na elaboração deste relatório, nos termos da CVM nº 20/2021:


1. O(s) analista(s) de investimento, ou de valores mobiliários, envolvido(s) na elaboração deste relatório (“Analistas de investimento”), declara(m) que as recomendações contidas neste refletem exclusivamente as suas opiniões pessoais sobre as companhias e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma


. 2. O(s) Analista(s) de investimento podem see titulares de valores mobiliários objeto do presente relatório.


Os relatórios específicos são de uso exclusivo dos adquirentes e não podem ser reproduzidos e/ou distribuídos.


A reprodução indevida de relatórios ou trechos está sujeita a multa e/ou punições cabíveis, de acordo com artigos 102 e seguintes da Lei 9.610/98.



Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
RECEBA
O MELHOR
CONTEÚDO DE
INVESTIMENTOS
NO SEU EMAIL

Obrigado(a)!

bottom of page