top of page

Menos risco e mais dividendos: Sanepar (SAPR11)

Continuamos complementando a carteira de dividendos !


dentre as small caps, que as vezes são mencionadas como empresas mais arriscadas, dado seu menor valor de mercado e tamanho, também podemos encontrar opções bastantes resilientes e com menor risco relativo ao mercado, dependendo do setor de atuação, como é o caso da Sanepar.


Sempre bom lembrar...


1 - a importância de sempre investir em Small caps aqueles recursos que vice não tem data para usar, com foco no investimento de longo prazo, afinal de contas as empresas precisam de tempo para crescer os seus negócios.


2 - a importância que tem um portfólio bem diversificado quando tratamos de investimentos

um portfólio diversificado vai reduzir o risco da carteira como um todo com vários tipos e características de empresas e setores, ao mesmo tempo que amplia as chances de você “acertar a tacada perfeita”, ou seja, investir naquela empresa que terá um crescimento exponencial dos seus negócios.


A Sanepar é um ativo bom para momentos de stress global:


Os últimos meses têm sido mais tensos e com uma maior volatilidade na Bolsa, a alta de juros nos EUA, Europa e Brasil e seu impacto nas economias mundiais e do Brasil.

Diante desses fatos, muitas pessoas ficam com medo de investir em ações.

Mas existem opções menos arriscadas para adicionar a uma carteira, e aproveitar os ótimos dividendos que podem ser recebidos, resolvi adicionar este relatório de Sanepar ao nosso curso.


A Sanepar se caracteriza como uma empresa com fluxos de caixa mais estáveis em relação às demais ações que possuem um caráter mais cíclico ou de crescimento mais arrojado.


Conheça melhor a Sanepar


A Sanepar é a empresa responsável por realizar a captação, o tratamento, a reservação e distribuição de água, bem como a coleta e o tratamento de esgoto e de resíduos sólidos, atendendo a mais de 300 municípios do Paraná.


O faturamento é decorrente principalmente das ligações de água residenciais, que representam 91% do total.


A maior parte dos mais relevantes contratos de programa e de concessão da Sanepar, em termos de participação nas receitas, tem um prazo de vigência remanescente superior a 20 anos


A Sanepar é uma empresa controlada pelo estado do Paraná, que detém hoje 20% do seu capital social e 60% do seu capital votante, conforme pode ser visualizado no gráfico abaixo.


Fonte: Sanepar


A área da Sanepar tem a melhor cobertura no país


Na coleta e tratamento de esgoto, a empresa também realiza a destinação dos efluentes, na forma líquida, sólida ou gasosa, com seu lançamento no rio, destinação do lodo para aterro ou uso agrícola ou queima/aproveitamento energético, a depender do tipo de resíduo.


Um sistema de saneamento com ampla cobertura e qualidade é imprescindível para o crescimento econômico de um estado e país, e a empresa tem conseguido prover isso de maneira satisfatória quando comparado com o restante do país – dentre aqueles municípios que são atendidos pela Sanepar, 100% recebem água tratada diante de 84% do restante do país.


A coleta de esgoto na área atendida pela companhia também está acima da média nacional, em 74%, comparada com 53% de esgoto coletado no Brasil.


No serviço de tratamento de esgoto, os percentuais são ainda mais contrastantes com o do restante do país: a Sanepar trata 100% do esgoto coletado contra apenas 46% da média de tratamento do país, segundo o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS 2018).


Ainda há muito a ser feito neste setor. O acesso à água tratada, coleta e tratamento de esgoto deve ser algo universalizado e, para isso, acredito que algumas mudanças importantes na regulação devem ocorrer, sem mais demora, pois, nosso país já apresenta uma carência muito grande de infraestrutura.


O Brasil possui uma meta de universalização de saneamento até 2030, e estamos bastante atrasados. Atualmente, 16% da população ainda não possui acesso ao abastecimento de água, algo inaceitável para um país que quer se desenvolver.


Novo marco legal do saneamento


Sabemos que o Brasil possui um déficit fiscal grande e o setor público está com pouca capacidade de investimento em infraestrutura frente à necessidade que existe.

Dessa forma, a abertura para maior participação da iniciativa privada é uma alternativa para trazer novos investimentos para o saneamento básico brasileiro.


Essa abertura maior do segmento de saneamento para investimentos advindos da iniciativa privada foi endereçada no novo Marco Legal do Saneamento Básico.


O Novo Marco do Saneamento Básico no Brasil, sancionado em julho de 2020, tem como meta garantir abastecimento e coleta de esgoto para 99% da população até 2033.


Uma das principais mudanças é proibir novas assinaturas de contratos de programa, que são contratos usualmente firmados hoje em dia entre as companhias estaduais de saneamento e os municípios.


Com essa vedação, ficaria obrigatória a realização de processos de licitação para a contratação desses serviços.


Apesar da maior concorrência por empresas privadas, as empresas públicas de saneamento mais eficientes (caso da Sanepar) terão possibilidade de competir e conseguir ampliar seus negócios, participando de licitações para novos contratos.


Uma excelente pagadora de dividendos historicamente


Conforme mencionei no início deste relatório, devido ao atual momento de mercado, que está com um nível maior de incertezas e estresse, acreditamos que é inteligente possuir ações de boas pagadoras de dividendos, que possuam um fluxo de caixa e receitas mais estáveis, como é o caso das empresas de saneamento.


Elas funcionam como uma espécie de proteção para a carteira, uma vez que seus negócios são menos cíclicos e, por isso, as oscilações das suas ações em Bolsa tendem a ser menores do que as das demais empresas.


O dividend yield de 12 meses da Sanepar é de 6,8% ante 1,8% da Sabesp e da Copasa, mostrando a boa capacidade de geração de caixa da empresa e a possibilidade de pagamento de dividendos.


Múltiplos descontados frente às pares do setor


Quando comparamos os múltiplos da Sanepar frente aos das suas pares setoriais, verificamos também que, neste quesito, ela apresenta múltiplos projetados pelo consenso de mercado inferiores aos das demais empresas do segmento.


No múltiplo EV/Ebitda, que compara o valor de mercado da empresa acrescido da dívida líquida com a sua geração de caixa medida pelo Ebitda, ela aparece com um múltiplo de 4x, frente a 8x para a Sabesp e 5x da Copasa.


No Índice de Preço sobre lucro, também possui o menor índice entre as pares setoriais, com 5x para a Sanepar (SAPR11), versus 12 x para Copasa(CSMG3) e 14x para Sabesp (SBSP3).


A ação da empresa é negociada com 15% de desconto EV/RAB (Ativos totais sujeitos a remuneração regulatórios) comparativamente aos seus pares listados


O EV/RAB da Copasa é de 0,5 ante o já baixíssimo 0,65x da Sabesp e da Copasa),


Estes múltiplos menores devem-se aos riscos regulatórios e a falta de perspectiva de privatização, como ocorre com a Sabesp, por exemplo.


No quadro abaixo, retirado da Oceans14, fica fácil de perceber que a Sanepar ganha o troféu na maior parte das métricas quando comparadas as demais empresas do setor listadas na B3.



Fonte: Oceans14


IPOs de outras empresas podem movimentar o setor


A Corsan estatal de saneamento do Rio Grande do Sul, retomou os planos de realizar o IPO.


A oferta de ações seria um dos meios de a empresa captar recursos para fazer os investimentos necessários de aproximadamente R$ 10 bilhões, segundo o Plano Nacional de Saneamento Básico.


Tais IPOs podem gerar comparações de múltiplos favoráveis para as empresas já listadas, levando a uma reprecificação de suas ações.


Interessante potencial de alta para SAPR11


A expectativa de retorno para suas ações, considerando a média das projeções dos analistas de Bolsa, segundo levantamento realizado é de aproximadamente 50%

Tal upside é satisfatório, uma vez aliado ao pagamento de bons dividendos e o perfil de estabilidade de fluxo de caixa que a empresa apresenta, que acrescenta uma empresa de perfil defensivo à carteira.


· A XP, por exemplo, tem recomendação neutra para SAPR11, com preço-alvo de R$ 26,0/unit, um potencial de 51% frente ao fechamento de R$17,18 em 14/09/2022.


· O Safra também mantém recomendação neutra para a Sanepar, com preço alvo em R$ 25,80, um potencial de 50% frente ao fechamento de R$17,18 em 14/09/2022.


· O mais pessimista destes, Bank of America tem preço-alvo de R$ 21 e recomendação equivalente a venda, um potencial de 22% frente ao fechamento de R$17,18 em 14/09/2022.


· Já o mais otimista, o Banco do Brasil tem preço alvo de R$ 32,50 por unit da Sanepar um potencial de 89% frente ao fechamento de R$17,18 em 14/09/2022.


Repare que mesmo os bancos que já possuem uma recomendação negativa para a empresa, com venda, projetam potencial alto de valorização, de mais de 20% o que chegaria a quase 30% considerando os dividendos potenciais pagos pela empresa, mostrando uma assimetria convidativa na minha opinião.


Isso porque as recomendações podem ser elevadas para compra com alguma melhora no cenário de oportunidades e riscos e um cenário muito ruim já parece estar no preço depreciado da ação hoje.


A Sanepar negocia no menor valor dos últimos 4 anos, como mostra o gráfico abaixo, de sua cotação.



Fonte:Google

Solidez nos resultados e balanços


Apesar de o ultimo resultado da Sanepar, no 2T22, ter decepcionado, a empresa tem apresentado resultados sólidos quando olhamos os últimos anos.


Os gráficos abaixo, retirados da apresentação da companhia, mostram a evolução dos resultados da Sanepar em termos semestrais ao longo dos últimos três anos, chamo atenção especial para a consistência apresentada nos resultados com anos consecutivos de crescimento em Receita ,margens e lucro.



Fonte: Sanepar


Resultados da Sanepar no 2T22


Os resultados da Sanepar no 2T22 decepcionaram, com um lucro líquido ajustado 30% menor que no 2T21, em R$ 234 milhões, ante R$ 292 milhões esperado pela média dos analistas.


A receita líquida da Sanepar até cresceu 7% frente ao ano passado, com a revisão tarifária, crescimento dos volumes de água e esgoto e aumento no número de ligações


O que prejudicou o resultado foi o aumento de custos e despesas, decorrente da inflação.

Aqui é importante ressaltar que esse descasamento entre a alta de custos e despesas é normal.


Ocorreu o aumento de custos devido à inflação e ao mesmo tempo houve a postergação de parte do reajuste tarifário pelo regulador – o que aliás é um dos principais riscos da empresa, o risco regulatório.


Com a postergação do aumento de tarifas pelo órgão regulador, a Segunda Fase da Revisão Tarifária deve ocorrer apenas no 2T23.


A margem bruta foi de 48,5% no 2T22, baixa de 8 p.p. frente a margem do 2T21.

O Ebitda caiu 24% no 2T22 frente ao 2T21, para R$ 443 milhões, ante Ebitda de R$ 589,4 milhões esperado pelos analistas, em média


A margem Ebitda foi de 32,6% no 2T22 sendo 13 pontos percentuais (p.p.) menor que no ano anterior


As despesas operacionais aumentaram 36% em relação ao 2T21 sendo que os custos gerenciáveis ​​(PMSO, ou custos com pessoal, material, serviços e outros) aumentaram em 14%.


Além disso, os resultados foram impactados por fatores não recorrentes:

· R$ 41 milhões de outorga por atualização de contratos de microrregiões

· R$ 25 milhões de contingências de litígios sobre faturamento mínimo residencial (ação judicial referente a tarifa cobrada indevidamente0 e

· R$ 21 milhões de provisões trabalhistas.


O retorno sobre capital investido (ROIC) alcançou 11,7% no 2T22, baixa de 0,2 p.p. na comparação com 2T21 e o retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) atingiu 14,1% entre abril e junho, queda de 0,4 p.p. na base anual.


A Sanepar anunciou dividendos de R$ 154 milhões para o primeiro semestre de 2022 (2,7% yield e cerca de 28% de payout).


A Sanepar ainda anunciou a postergação por mais 90 dias, a partir do dia 11 de setembro, da cobrança de contas de água e esgoto para os clientes cadastrados na chamada “Água solidária” – antiga tarifa social.


A medida é em continuidade às ações implementadas para minimizar os impactos à população provocados pela pandemia de covid-19.


O valor mensal faturado na tarifa social é de apenas R$ 6 milhões e, portanto, o impacto é bastante limitado no resultado geral


Endividamento baixo para o setor


A dívida líquida da Sanepar no 2T22 ficou em 1,6 vez o Ebitda ajustado de 12 meses, fazendo com que seu endividamento ficasse menor que o da Copasa (1,9x) e Sabesp (2,3x).


Também gera tranquilidade o fato de a agência de classificação de risco Fitch Ratings afirmar o Rating Nacional de Longo Prazo ‘AAA(bra)’ da empresa.


Para a Fitch, a geração operacional de caixa da Sanepar deve permanecer robusta, com margens de EBITDA acima da média dos pares.


Uma empresa regulada


Importante explicar para o investidor e investidora a dinâmica diferenciada de uma empresa que atua em um mercado regulado como o da Sanepar.


As receitas da companhia variam em função dos volumes de água e esgoto atendidos e das tarifas, as quais são reguladas e sofrem revisões e reajustes conforme explicamos abaixo.


A Lei Complementar nº 202, de 2016, incluiu entre as atividades exercidas pela Agepar (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná) a regulação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário nos municípios paranaenses que são atendidos pela Sanepar.


As tarifas são definidas por meio de dois mecanismos: a RTP (Revisão Tarifária Periódica) e o IRT (Índice de Reajuste Tarifário).


A RTP define uma Tarifa Média Econômica na qual são reconhecidos os custos operacionais, baseados no conceito de custos eficientes, e a remuneração dos investimentos prudentes. Seu cálculo visa assegurar a sustentabilidade econômico-financeira das concessionárias.


Já os reajustes tarifários (IRT) ocorrem entre reuniões e visam à recomposição inflacionária dos preços dos serviços prestados pela companhia.


Riscos do investimento


Como um dos principais riscos do investimento em Sanepar, colocamos o fato de ela ser uma empresa controlada pelo governo do estado do Paraná, o que gera a possibilidade de mudanças na gestão conforme mudanças governamentais.


Os investidores em geral avaliam as empresas estatais com desconto em relação às empresas privadas, pois entendem que a tomada de decisões em estatais nem sempre são puramente guiadas para os melhores desejos dos acionistas privados, uma vez que tem também a premissa de atender a demandas públicas.


A empresa, como disse anteriormente, é regulada, com tarifas definidas por um órgão regulador. Possíveis mudanças nas regras de revisões e reajustes tarifários, ou o não repasse de tarifas, ou, ainda, o cálculo indevido de tarifas, constituem risco para suas receitas.


Além desse, a empresa já figurou como investigada na operação da Polícia Federal “Águas Claras” que apurou condutas envolvendo pessoas ligadas à empresa, como supostas fraudes em licitações de obras de esgoto sanitário, com o favorecimento de uma empresa cujos representantes teriam pagado vantagens indevidas e supostos pagamentos de propina.


Conclusão: dividendos e crescimento valem o aporte


A Sanepar representa uma oportunidade de retorno aos acionistas na forma de valorização das ações e também com o pagamento de dividendos.


Os ganhos com distribuição de dividendos anuais, de cerca de 6% a cotação conferem uma atrativa relação risco e retorno.


O forte ritmo de investimentos, com expansão de instalações e serviços de saneamento, além de incremento da base de ativos ano após ano, o que garante a sustentabilidade ao retorno futuro.


Carteiras recomendadas !!


Abaixo você encontra todas as carteiras recomendadas, na sua versão mais atualizada:


Carteira dividendos


A carteira de dividendos contém as ações da tabela abaixo e nas próximas semanas novos nomes serão adicionados ao cardápio.



Carteiras sugeridas:


Sugestão de alocação em renda fixa:


Carteira de dividendos


Carteira de ações completa

Recomendo sempre uma carteira bem diversificada de ações de diversos setores e empresas, uma vez que ações já possuem risco elevado na matriz de riscos.

A carteira abaixo contém minhas ações preferidas para novos aportes, considerando os potenciais de valorização e teses das empresas.

A carteira abaixo é completa, no sentido de possuir empresas large caps, microcaps e ações de dividendos. Abrangendo, portanto, todo o tipo de ações.

Você pode ler mais sobre como distribuir seus investimentos de acordo com o risco de cada tipo de ativo no nosso relatório aqui)





Lembre-se que retornos passados não são garantia de retorno futuro, investimentos envolvem riscos e podem causar perdas ao investidor.


Cada investidor deve desenvolver suas próprias análises e estratégias, considerando seu nível de risco e perfil de investidor.


Grande Abraço,

Cristiane Fensterseifer, CNPI, CGA

15/09/2022






Disclaimer

Exoneração de responsabilidade e informações importantes:

Os conteúdos podem mencionar possibilidades de lucro financeiro decorrente de investimento, eximindo-se a analista de qualquer responsabilidade sobre eventuais prejuízos do cliente em decorrência da tomada de decisão deste. Recomendações de investimento mesmo quando são fundamentadas pela avaliação criteriosa de um analista certificado, podem não estar corretas e não antecipar o comportamento dos mercados com exatidão. Padrões, histórico e análise de retornos passados não garantem rentabilidade futura. Todo investimento financeiro, em maior ou menor grau, embute riscos que podem ser mitigados, mas não eliminados. Nunca devem ser alocados em renda variável recursos destinados a despesas imediatas ou de emergência, bem como valores que comprometam o patrimônio do cliente. A analista não realiza intermediações financeiras e não obtém nenhum tipo de receita advinda de comissões, corretagens ou emolumentos sobre montantes aplicados, cabe ao investidor a exclusiva responsabilidade pela execução de operações junto à respectiva instituição financeira na qual possua conta aberta. Os analistas têm, ou podem vir a ter, posições nos investimentos recomendados. O disclaimer não se sobrepõe à legislação e regulamentação vigentes.

ATENÇÃO: Retornos passados não são garantia de retorno futuro. Investimentos envolvem riscos e podem causar perdas ao investidor. Cada investidor deve desenvolver suas próprias análises e estratégias, considerando seu nível de risco e perfil de investidor.

Ao assinar, adquirir ou utilizar quaisquer de nossos produtos ou serviços, você concorda e sujeita-se ao Termo de Uso sem o qual não poderá contratar o serviço:

TERMO DE USO: VOCÊ CONCORDA QUE INVESTIMENTOS ENVOLVEM RISCOS E QUE O MATERIAL DISPONIBILIZADO AQUI NÃO OFERECE GARANTIA DE RETORNO, EXPRESSA OU IMPLÍCITA, CABENDO AO CLIENTE POS SUA OPÇÃO, CONTA E RISCO COLOCAR EM PRÁTICA INVESTIMENTOS BASEADOS EM TAIS INFORMAÇÕES.

Cada investidor deve desenvolver suas próprias análises e estratégias.

Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários(de investimento), nos termos da CVM nº 20/2021

O analista de investimento, ou de valores mobiliários, envolvido na elaboração deste relatório declara que as recomendações contidas neste refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma.

1. O(s) analista(s) de investimentos, envolvidos na elaboração deste relatório, não tem vínculo com pessoa natural que trabalha para o emissor objeto do relatório de análise.

2.O(s) analista(s) de investimentos, seus cônjuges ou companheiros, podem deter, direta ou indiretamente, em nome próprio ou de terceiros, ações e/ou outros valores mobiliários de emissão das companhias objeto de sua análise.

3.Os analistas de investimento, seus cônjuges ou companheiros, podem estar direta ou indiretamente envolvidos na aquisição, alienação ou intermediação dos valores mobiliários objeto deste relatório.

4.Os analistas de investimento, seus cônjuges ou companheiros, podem ter direta ou indiretamente, interesse financeiro em relação à companhia emissora dos valores mobiliários analisados neste relatório.

5.Os analistas de investimento, seus cônjuges ou companheiros, negociam com cotas de fundos de investimento que concentram seus investimentos na companhia analisada ou em seu setor da economia, ou em cuja administração ou gestão podem influenciar, direta ou indiretamente.

As opiniões são individuais do analista a partir da sua percepção e analise, bem como projeções e entendimento e sempre são sujeitos a mudanças acompanhando os fatos.

O conteúdo não constitui oferta de negociação de valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros.

O analista responsável pela elaboração do conteúdo declara, nos termos do artigo 17o da Instrução CVM nº 20/2021, que suas recomendações refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e são elaboradas de forma independente.

Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvidos na elaboração deste relatório, nos termos da CVM nº 20/2021

1. O(s) analista(s) de investimento, ou de valores mobiliários, envolvido(s) na elaboração deste relatório (“Analistas de investimento”), declara(m) que as recomendações contidas neste refletem exclusivamente as suas opiniões pessoais sobre as companhias e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma,

. 2. O(s) Analista(s) de investimento podem see titulares de valores mobiliários objeto do presente relatório.

Os relatórios específicos são de uso exclusivo dos adquirentes e não podem ser reproduzidos ou distribuídos.

A reprodução indevida de relatórios ou trechos está sujeita a multa e demais punições cabíveis, de acordo com artigos 102 e seguintes da Lei 9.610/98.

Cada investidor deve desenvolver suas próprias análises e estratégias.


89 visualizações0 comentário

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
RECEBA
O MELHOR
CONTEÚDO DE
INVESTIMENTOS
NO SEU EMAIL

Obrigado(a)!

bottom of page