top of page

UMA COMPARAÇÃO ENTRE OS BANCOS E OS MEUS PREFERIDOS


Baseado no questionamento de um assinante, mostro aqui uma comparação de resultados, fundamentos e perspectivas entre os bancos listados.


A ênfase deste sucinto estudo está nos maiores bancos e naqueles que eu recomendo na carteira.


Eu gosto muito do banco ABC (ABCB4) e do Banco Inter (INBR32 e INTR) para complementar o Banco do Brasil (BBAS3) na carteira de investimentos...

Enquanto o primeiro é uma small cap, e ao mesmo tempo um banco tradicional, de histórico invejável e super consistente nos resultados, com crescimento de mais de 10% ao ano na média histórica, e planos para crescer e ganhar market share...


O segundo, o Inter, é um player muito disruptivo, com uma solução completa de serviços nos Super App e crescimento astronômico nos últimos anos.


Por fim, o bancão escolhido para complementar este trio foi o BB.


Porque Banco do Brasil e não Santander, Itaú ou Bradesco?

Eu prefiro e recomendo o Banco do Brasil (BBAS3) no lugar do Bradesco (BBDC4), Itaú (ITUB4) e Santander (SANB11), quando estamos pensando nos bancões maiores.


Apesar da alta de 28% este ano , ele está com um enorme desconto em relação a múltiplos.


Fonte: Google
Fonte: Google

Veja no gráfico de bolhas abaixo como o BB tem o maior ROE (retorno sobre o patrimônio) dentre os bancões, no eixo x.

Ao mesmo tempo, ele tem um dos menores P/L (preço sobre o lucro), como mostra o eixo y.

O tamanho da bolha indica o upside médio esperado pelo consenso de analistas de mercado e está até superior que o se Santander e parecido com o do Itau. O vencedor no caso do Upside é o ABC, que também está indicado na nossa carteira.

Fonte: Investing
Fonte: Investing

O P/L do BBAS3 está em apenas 4 vezes enquanto o do Itau e Bradesco está em cerca de 7 vezes. O P/L do BBAS também está muito inferior a sua própria média histórica como você pode ver abaixo.

Fonte: Oceans14
Fonte: Oceans14

Múltiplos tão baixos não condizem com retorno alto


Historicamente. players com controle governamental tem desconto de múltiplos, mas entendo que o atual está muito defasado, ainda mais se considerarmos que ele tem o melhor retorno ROE e esta pagando ótimos proventos nos últimos anos.

Já estamos ganhando, mas espero mais pela frente

Já capturamos uma boa alta desde o inicio da indicação, como mostro na tabela abaixo, de 27% desde a indicação, mas continuo com um upside bastante interessante para as ações.

Quando olhamos o conjunto de indicadores do BBAS, ele parece muito interessante para mim, e dessa forma eu mantenho a indicação dele.


Com um retorno de dividendos de 10% ao ano, um P/L de apenas 4 vezes e um retorno sobre o patrimônio ROE de 19%, o BBAS está muito interessante para ignorar.


Além disso, perceba acima que quando comparamos com a estimativa da média dos analistas, o preço atual do BBAS em bolsa, de R$42,7 por ação está muito próximo do preço alvo mínimo estimado pelos especialistas de mercado, de R$40 por ação.


A cotação atual está longe do preço máximo estimado, pelo analista mais otimista, de R$80 por ação, deixando mais espaço para subir do que para cair.


Riscos


Claro que os riscos existem e não temos certeza do comportamento do banco.


Dentre os maiores riscos estão interferências governamentais e também piora na economia, com uma maior inadimplência e menor crescimento do crédito ,por exemplo.


Ainda assim, considerando os riscos e o potencial , reafirmo minha posição de COMPRA PARA BANCO DO BRASIL - BBAS3


Abraços,

Cristiane Fensterseifer, CNPI, CGA, consultora CVM

13/04/2023


Ler Disclaimer no site www.investe10.com.br e abaixo


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
RECEBA
O MELHOR
CONTEÚDO DE
INVESTIMENTOS
NO SEU EMAIL

Obrigado(a)!

bottom of page