top of page

petrobras (PETR4) não tão ruim e outras surpresas de hoje: Méliuz (cash3), Hapvida (HAPV3), Track & Field (TFCO4), âNIMA (anim3) Oncoclinicas (onco3) e +

A temporada de resultados do 1T24 continua com tudo e eu estou aqui dedicada em olhar absolutamente todos eles, para, assim que a poeira das divulgações baixar, atacar as melhores ações com base do que vi.


Antes de começar meu Dropps de resultados, onde comento o que me chamou atenção, quero destacar alguns dados bem importantes que saíram hoje.


Ninguém ligou para a inflação maior nos EUA hoje

A inflação ao produtor americano (IPP) veio em 0,5% m.m. bem acima do esperado que era de +0,3%.


Da pra ver claramente o repique da inflação no gráfico abaixo, e isso é ruim , pois mais inflação indica menos chances de cair os juros nos EUA

O dado anterior foi revisado de alta +0,2% para queda de 0,1%, o que minimizou a reação do mercado e com isso S&P500 ganhou 0,48% Nasdaq +0,75% 


A alta do PPI foi de 2,2% em 12 meses, o maior aumento desde os 2,3% nos 12 meses encerrados em abril de 2023.


Amanhã sai a inflação do consumidor (CPI) ainda mais importante para definir se terá queda de juros nos EUA ou não este ano!


Aqui no Brasil hoje teve dado de serviços positivo e ata do copom acalmando o mercado!


A expansão foi de 0,4% em março, acima da expectativa do mercado de + 0,2%.


O setor acumula um crescimento de 1,4% em 12 meses.


Os serviços prestados às famílias, que têm um peso importante no PIB tiveram alta de 0,6% o que indica alta do PIB - impulsionada por um cenário de aumento da massa salarial e aumento de gastos do governo, como o pagamento de precatórios.


Ata do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada hoje (14/5) pelo Banco Central revelou que membros que votaram por redução maior, de 0,50 ponto percentual, compartilharam percepção de aumento das incertezas internas e externas.


a Ata do Copom acalmou os ânimos do mercado , deixando exposto que a "nova gestão" está comprometida com o controle da inflação


MELIUZ (cash3) quer pagar mais 45% em DINHEIRO NO BOLSO do acionista!


Achei uma maravilha para quem é sócio. A Méliuz propos fazer nova distribuição de capital !


A empresa está com dinheiro sobrando no caixa, e gerando ebitda e lucro no 1T24 isso é possível.


A Méliuz propôs portanto uma nova redução do capital social em R$220 milhões, com pagamento aos acionistas, que representará um retorno em dividendos de 45% !!!


A cia tem excesso de caixa e mesmo com a distribuição ainda terá caixa confortável.


Hapvida (HAPV3): Resultados da fusão com a NotreDame começam enfim a aparecer


Hapvida (HAPV3) subiu +10,42% hoje, e eu achei justo com os resultados muito melhor que o esperado.


Até que enfim começaram a entregar melhores resultados na Hapvida #HAPV3!


O lucro líquido ajustado foi de R$ 507 milhões no 1T24, alta de 53%a.a. O Ebitda ajustado foi de R$ 1 bi, +59% ante o 1T23, principalmente pela melhora forte na sinistralidade.


A margem EBITDA da HAPV subiu 5,1 p.p para 14,5%, uma margem próxima ao que ela fazia no pré-pandemia e muito maior que os 13% esperados pelo consenso de mercado.


O que mais impulsionou o resultado foram os reajustes de tíquete médio de 11% a.a e a redução na sinistralidade de 1,3p.p no Medical Loss Ratio (MLR) , juntamente com diluição de despesas dado o crescimento de receita.


A divida líquida/Ebitda caiu para 1,13x . A empresa ainda tem sua cotação 75% abaixo do pico:

A HAPV ainda tem seus riscos e não é uma barganha completa, mas com o P/L anualizado 15x e o EV/Ebitda anualizado de 9x , se seguir nessa toada entregando bons resultados, pode ser uma opção no setor...Vou observar de perto.


âNIMA (anim3 SUBIU 6%) RESULTADO BOM ANIMOU OS INVESTIDORES !

Achei super bom resultado da anima.


O lucro líquido ajustado de R$ 105 milhões no 1T24 foi o maior lucro para um primeiro trimestre da historia dela.


O Ebitda de R$ 384 milhões veio 29% maior que no 1T23


Parece que controlaram a dívida (que ainda é alta ).


O P/E e o EV/Ebitda anualizados de 4x me parecem baratos perto das pares.


Estou de olho e a alta de hoje parece justificada.


Ainda prefiro Cruzeiro do Sul (CESD3) no setor pelos indicadores abaixo, mas sem dúvida as duas tiveram os melhores resultados no 1T dentre as educacionais

Track & Field (Tfco4) é uma empresa que eu não "dava nada", mas me surpreendeu positivamente o resultado.


A empresa teve receita líquida crescendo +14% a/a no 1T24...


As vendas em mesmas lojas já existentes há 12 meses (sss) aumentando +12% ...


O numero de lojas total aumentou +8%...


O Lucro líquido ajustado foi de R$28 milhões no 1T24, crescendo +7% a/a com margens estáveis.


Mesmo com o resultado positivo, O P/L de 16x e o EV/Ebitda 12x da TFCO4 não são uma barganha perto da Renner (LREN3) que me parece mais barata com P/L de 13x e EV/Ebitda 4x.

Oncoclinicas (onco3): resultado decepcionou e a ação caiu 18% hoje!


A empresa divulgou alguns destaques do release em 12 meses (LTM) o que faz os números parecerem melhores.


Mas quando olhamos a comparação o 1T24 com o 1T23 a margem bruta caiu e o ebitda também


O resultado financeiro foi pior e lucro liquido foi de R$25 milhões, mas se não fossem R$ 45 milhoes de imposto de renda positivo teria prejuízo no 1T24!

Olhando esse gráfico abaixo, de caixa e vencimentos, mais a queima de caixa operacional do 1T24, penso que talvez onco3 vai precisar captar novo dinheiro no mercado em um follow on.

Claro tem alternativas como negociar e alongar dívidas, emitir novas dívidas, etc.


dl/ebitda da onco3 aumentou para quase 4x



Petrobras ON (PETR3) caiu -2,74% após o resultado, que não foi tão ruim assim



O 1T24 da Petrobras não foi tao ruim como as manchetes indicam.


Não se engane pela queda do lucro, ela não diz nada e é basicamente variação cambial, sem efeito caixa


Começando pela noticia boa, pq moro no RS e já não aguento mais noticia ruim: A divida líquida foi 2% menor ante o 4T23 para US$44 bi e a divida liquida /Ebitda foi de confortáveis 0,9x com Fluxo de Caixa Livre de 32 bilhões.


A PETR4 anunciou 45% do fluxo de caixa livre, ou R$ 1,04 por ação, em proventos para base de acionistas de 11/06, o que dá 2% de retorno.


Estimo cerca de 17% de retorno em proventos este ano, nada mal.

O ponto negativo foi a receita 15% menor levando a um lucro bruto 17% menor, isso com preço do petróleo Brent estável ! Brent +2%, compensado pela queda de 5% do dólar médio de venda ante 1T23 e com preços dos derivados caindo 16%


No mercado interno coloca medo a margem de refino, que teria despencado não fosse um efeito contábil, por conta da defasagem do preço do combustível, manobrinha do governo para segurar a inflação, as custas do capital do acionista minoritário.


Os combustíveis perderam competitividade pro etanol.

No mercado internacional, os preços realizados foram menores, mesmo com o Brent estável ( alguém explica ?).


O lifting cost segue em baixíssimos US$ 6 por barril , com apenas US$4 no pre sal um dos mais baixos do mundo .


Ponto de atenção para as despesas quer aumentaram 22%


Estaria nas despesas extras uma maldade ?


Não importa muito, pois são R$3 bi a mais de despesa que no 1T23. O que impacta mesmo são os 13 bi a menos de lucro bruto, explicado por receitas menores com uma redução tão pequena de volume. ou seja, a defasagem importa muito mais!


Não se engane pela queda do lucro que não diz nada.


O lucro liquido recorrente caiu 38% ante 1T23 para R$24 mm , mas o fluxo de caixa operacional caiu 14%. boa parte da queda do lucro foi variação cambial, não caixa.


A variação cambial fez o resultado financeiro liquido cair para R$9,5bi negativo ante R$1,3 bi positivos no 4T23 e e 3bi negativos no 1T23.


O futuro DA PETR4 pode ser bom, MAS depende do governo.


Os navios FPSOs que que entrarão em operação até 2028 farão a produção quase dobrar de 2,5 para 4,2 milhões de barris – isso faz as junior oil parecerem +um piolhinho.


A Margem equatorial pode adicionar 3,8 mboed em '28.


O maior risco é a margem de refino, que teria despencado não fosse um efeito contábil, culpa da defasagem do preço do combustível, ou o governo segurando a inflação, as custas do capital do acionista minoritário!


Grupo SBF (SBFG3) crescimento fraco e risco da nike!


Meio anêmica a alta da receita SBF de 1,6% a/a e a Margem bruta caindo.


O Ebitda ajustado cresceu 13% a/a e margem ebitda melhor foram o ponto positivo.


Tenho medo que a Nike não renove em 2025, seria perder a galinha dos ovos de ouro, já que Centauro sem Nike não brilha muito meus olhos.


POR FIM UMA MENSAGEM IMPORTANTE E ME SIGA NO TWITTER E INSTAGRAM PARA MAIS!



 

QUADRO DE AVISOS:


 
 
 

OFERTA PLATAFORMA INVESTING.COM !

USE MEU CUPOM CRISPRO NO SITE ABAIXO PARA GARANTIR ATÉ 50% DE DESCONTO


Cristiane Fensterseifer CNPI, CGA e consultora de investimentos no www.investe10.com.br
Cristiane Fensterseifer CNPI, CGA e consultora de investimentos no www.investe10.com.br


Abraços

Cristiane Fensterseifer – CNPI, CGA e consultora CVM

Instagram : @crisinveste

Twitter : @crisinveste

WhatsApp: 51 992017563

14/05/2024







 


 






173 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
RECEBA
O MELHOR
CONTEÚDO DE
INVESTIMENTOS
NO SEU EMAIL

Obrigado(a)!

bottom of page