top of page

ATENÇÃO, HORA DE MUDAR! RECOMENDO A VENDA DE DUAS AÇÕES DA CARTEIRA RECOMENDADA!

E-MAIL IMPORTANTE ! Atenção assinantes da série All In One ! No relatório desta semana, fecho duas operações recomendadas na carteira All In One.


Ao final deste relatório você encontra a tabela da carteira recomendada após as alterações.


Você também sempre pode encontrar a carteira recomendada mais atualizada clicando aqui


VAMOS AO QUE INTERESSA, AS MUDANÇAS:


Recomendo a venda total da participação em Priner (PRNR3), com ganho de 116% desde a recomendação de compra, feita em 14/06/2022.


Recomendo a venda total da participação em Camil (CAML3) com perda de 5% desde a recomendação de compra em 02/02/2023, ajustando para proventos recebidos no papel.


O que fazer com os recursos?


Por enquanto, você pode alocar os recursos das vendas em qualquer investimento em Selic com boa liquidez, tal como:


1) CBS de liquidez imediata (recentemente recomendei Sofisa e PagBank, como as melhores taxas neste tipo, e você encontra mais detalhes clicando aqui).


A alternativa que eu encontrei que mais paga - para a renda fixa atrelada a Selic com liquidez imediata - é o Sofisa (basta baixar o app e abrir conta deles) paga 110% do CDI, sem limite mínimo de aporte. O investimento tem garantia do FGC - desde que dentro do limite de investimento até R$250 mil ou R$1 milhão ao toto por CPF!


Este é, portanto, o CDB com liquidez diária com melhor rentabilidade e o PagBank fica no 2o lugar com 108% do CDI (aporte mínimo de R$ 25 mil) ou 106% do CDI sem mínimo, que também é uma boa alternativa para diversificar e continuar com a garantia do FGC.


2 ) Tesouro Selic


3) ETF LFTS11


A seguir eu comento os resultados da Camil (CAML3) os quais mostraram uma pressão em margem bruta e um aumento de alavancagem que deixaram pouco espaço para altas mais fortes na atualização do meu Valuation da empresa.


Vamos falar de Priner (PRNR3)


A venda de Priner trata-se principalmente de realizar o lucro de 116% na empresa desde que indicada.


Últimos acontecimentos na Priner (PRNR3):


A Priner recentemente cancelou a divulgação de sua prévia operacional devido a oferta de ações que está em análise previa na ANBIMA:


Fonte: Priner
Fonte: Priner


Em 13/09/2023 a Priner informou que engajou o Itau e XP para a coordenação de uma potencial oferta pública de distribuição ações primária e secundária


A potencial oferta seria de até R$230 milhões e poderá ser acrescida com a distribuição secundária limitada R$50 milhões como lote adicional para atender eventual excesso de demanda.


Os recursos líquidos da distribuição primária seriam usados para aquisições de empresas de infraestrutura, inspeção, serviços industriais e outros, investimento em crescimento orgânico, substituição de equipamentos atualmente locados e reforço de capital de giro.


Com a Priner negociando a um Valor de Mercado de R$427 milhões, uma oferta de R$230 milhões representa mais de 50% de diluição, um fator alto.


Após grande ganho na recomendação, embora continue gostando muito da empresa, prefiro assistir de fora os desdobramentos, para depois decidir retornar ou não ao papel.


Por isso estou recomendando a VENDA DA POSIÇÃO EM PRINER (PRNR3) e a realização de 116% de lucro na operação.


VAMOS FALAR DE CAMIL (CAML3)


Com relação à Camil, após resultados recém divulgados do 2T23, opto por recomendar a venda desta ação, com pequena perda, para concentrar em casos em que encontro maior potencial de valorização.


Camil – resultado do 2T23 abaixo do que eu esperava, com Margens pressionadas e alavancagem prejudicando o lucro


A Camil é uma das maiores plataformas de marcas alimentícias na América Latina nas categorias de grãos, açúcar, pescados, massas, café e biscoitos


Com aquisições na categoria de alto valor, como massas e biscoitos e café, junto a pescados a empresa procura cada vez mais diversificar as operações e aumentar suas margens.


No entanto, a Camil está sofrendo com os efeitos dos juros altos sobre sua dívida e por isso registrou baixa de 50% no lucro líquido em relação ao 2T22.


O lucro passou de R$ 94 milhões no 2T22 para R$ 47 milhões no 2T23.


Vamos entender melhor os pontos fortes e fracos deste resultado recém divulgado pela empresa.


CATEGORIA DE ALTO GIRO NO BRASIL - GRÃOS E AÇÚCAR


Esta categoria responde por 52% da receita total da Camil


Na categoria de alto giro os volumes recuperaram-se muito bem este trimestre e aumentaram 13% frente ao 1T23 e 7% em comparação ao 2T22.


Fonte: Camil
Fonte: Camil

Os volumes foram impulsionados pelo início das exportações de açúcar para minimizar o cenário desafiador e competitivo para essa categoria no curto prazo.


Os preços da categoria de alto giro subiram 7% frente ao ano anterior e ficaram estáveis frente ao trimestre anterior, com altas nos preços de açúcar e arroz, conforme o índice CEPEA


CATEGORIA DE ALTO VALOR NO BRASIL – PESCADOS, MASSAS, BISCOITOS E CAFÉ


Esta categoria responde por 19% da receita total da Camil

Fonte: Camil
Fonte: Camil

Na categoria de alto valor, que inclui pescados, massas, café e biscoitos, o volume aumentou 32% em comparação ao ano anterior e caiu 4% frente ao 1T23, com pescados sofrendo um cenário pós quaresma mais desafiador.


VENDAS INTERNACIONAIS


No internacional, A Camil apresentou 15% de queda no volume frente ao ano anterior apesar de forte crescimento de 25% frente ao 1T23


Os volumes estão afetados pela sazonalidade da operação no Uruguai e devem normalizar no decorrer dos próximos trimestres


Também se observa melhoria e crescimento de rentabilidade no Equador e um cenário desafiador no Peru.

Fonte: Camil
Fonte: Camil

A PARTE COMPLICADA DO RESULTADO....

Foi a alta de custos e pressão na margem bruta


Nos gráficos abaixo é facil perceber que apesar do aumento de receita, de 8% frente ao mesmo período do ano anterior e de 10% frente ao 1T23, o custo (CPV) teve crescimento maior com os preços altos de arroz e açúcar e entrada em novas categorias.


Fonte: Camil
Fonte: Camil

Assim o Lucro Bruto atingiu R$574 milhões, com margem de 19,7% no trimestre, bem menor que os 21,2% do 2T22.


Bom trabalho nas despesas!


Se os custos pressionaram a margem bruta, a empresa fez sua parte e as despesas cresceram menos de a receita, com redução de 0,8 pontos percentuais frente ao mesmo período do ano anterior fruto de ações para otimizar despesas apurar sinergias das adquiridas.


Assim, o lucro operacional (EBITDA) subiu 2% a/a e 7% frente ao 1T23, com margem de 7,3%. Ainda assim, a margem EBITDA caiu 0,4 pontos percentuais frente ao 2T22.


No fim, o lucro líquido atingiu R$47 milhões, redução sequencial pelo aumento do endividamento e cenário de juros mais altos frente ao ano anterior.


A dívida líquida da Companhia atingiu R$2,9 bilhões, com endividamento líquido pelo EBITDA dos últimos doze meses de 3,4x no trimestre.


Com a 12ª Emissão de Debêntures com lastro em CRA em junho de 2023, no valor de R$625 milhões a CDI+0,9% ao ano e vencimento em parcela única em dezembro de 2025 a Camil se diz confortável no atendimento da dívida em 12 meses.


O investimento (Capex) também caiu 32% frente ao ano anterior para R$29 milhões, o que deve auxiliar na desalavancagem financeira.

Fonte: Camil
Fonte: Camil


Conclusão: O resultado da Camil vaio abaixo das minhas estimativas.


As aquisições de categorias de maior valor agregado, como biscoitos e café estão demorando mais que o esperado por mim para trazer ganhos mais importantes nas margens do negócio, e o cenário de preços altos dos grãos e açúcar, juntamente com uma concorrência acirrada, também está prejudicando o ganho de margens.


Embora a Camil (CAML3) possa sim ser beneficiada pela esperada queda de Selic, reduzindo o custo de sua dívida, entendo que negociando a um P/L estimado de 15 vezes e um EV/Ebitda de 6 vezes , não se destaca entre as melhores oportunidades de alta para os recursos dos clientes no momento, e por isso recomendo venda da ação, mesmo com pequeno prejuízo.


Vender Camil com prejuízo Cris, é isso mesmo?


Sim, um dos maiores erros dos investidores iniciantes é apegar-se ao preço de compra para tomar decisões.


O mercado pouco se importa com nosso preço de compra ou preço médio e o correto, por mais doloroso que seja, é realizar perdas quando verificamos que o andamento de uma empresa e investimento não está saindo como esperávamos na hora da recomendação.


É muito mais inteligente sair de uma posição com pequena perda para buscar maiores ganhos em outras oportunidades do que ficar “torcendo” e deixar o dinheiro parado em uma posição que não está com as perspectivas conforme o desejado.


Neste caso, eu esperava uma recuperação maior das margens da empresa, com a entrada em categorias de maior valor agregado, o que não está se refletindo em margens maiores, como mostra o ultimo resultado.


Mesmo assim, quando consideramos as compras e vendas de ações da carteira, o importante é que os ganhos superem as perdas , que sempre existirão, é bom saber.


Hoje, portanto, estamos realizando duas vendas na carteira All In One.


Primeiro, a venda de Priner (PRNR3), com ganho de 116% desde a recomendação de compra, feita em 14/06/2022 e a venda de Camil (CAML3) com perda de 5% desde a recomendação de compra em 02/02/2023, ajustando para proventos recebidos no papel.


Mais uma vez, ressalto a importância da diversificação na nossa carteira para buscar mitigar os riscos e ampliar as chances de acertos, que mais que devem mitigar os erros, sempre que possível.


Se você tiver dúvidas envie pelo site clicando aqui


Após as vendas sugeridas neste relatório, a carteira All in one fica assim:





Você também sempre pode encontrar a carteira recomendada mais atualizada clicando aqui



Abraços

Cristiane Fensterseifer – CNPI, CGA e consultora CVM

12/10/2023



Instagram : @crisinveste

Twitter : @crisinveste




744 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
RECEBA
O MELHOR
CONTEÚDO DE
INVESTIMENTOS
NO SEU EMAIL

Obrigado(a)!

bottom of page