top of page

BRASKEM (BRKM5): +34% NO MÊS E 1T23 FRACO. SÓ INTERESSA O PRÊMIO NA VENDA DO CONTROLE. ENTENDA AQUI


No 1T23, a demanda pelos produtos da Braskem aumentou pelo:


• melhora na atividade industrial global

• início do processo de consumo dos estoques na cadeia de transformação

• fim da política de COVID-Zero na China.


Com a melhor demanda, a taxa de utilização da capacidade de suas plantas aumentou: 5 p.p. no Brasil, a taxa de utilização nos EUA e Europa aumentou 6 p.p., e no México aumentou 3 p.p.


A maior produção e levou a maiores volumes de vendas de resinas e químicos no Brasil, de PP (polipropileno) na Europa e de PE (polietileno) no México.


Com isso, vimos uma melhora na rentabilidade da empresa frente ao 4T22, mas ainda vemos uma rentabilidade bastante menor que um ano atras.


TECLA SAP – Entendendo o negócio da Braskem


Para quem não é familiarizado, a Braskem é a 6ª maior petroquímica no mundo, líder em resinas termoplásticas (polietileno, polipropileno e PVC) das Américas e maior produtora de PP dos EUA.




  • O polietileno (PE) é barato e usado em metade de todas as embalagens de plástico.

  • O polipropileno (PP) é mais forte que o PE e usado para mobiliário e automóveis.

  • O PVC é um polímero durável e muito usado na construção civil, em tubos e canos.

A Indústria Petroquímica tem sua base nas matérias-primas obtidas da indústria de energia como a nafta (derivada do petróleo), líquidos de gás natural (extraídos do gás), carvão e fontes renováveis (etanol).


A matéria-prima passa por um cracker, onde vários petroquímicos são produzidos. Estes químicos podem ser vendidos para terceiros ou polimerizadas tornando-se resinas termoplásticas (PE+PP+PVC).


Spreads Petroquímicos: O mais importante para entender o resultado da Braskem


O custo da Braskem, o preço de sua matéria prima, depende da variação do preço do petróleo e gas.


Já a margem da Braskem depende do spread petroquímico, afetado pela oferta destes produtos no mercado.


Quando o mercado está com alta demanda maior que a oferta nas resinas, as indústrias investem para ampliar a capacidade, a qual demora para entrar em operação e, quando entra conjuntamente, acaba derrubando os preços dos petroquímicos por um período até a demanda crescer mais.


Atualmente a Braskem está passando por uma faze de spreads baixos, ou seja, de oferta alta pressionando os preços dos produtos vendidos.


Spreads no 1T23


Com melhor demanda, os spreads no mercado internacional em geral foram melhores do que no 4T22.


Por isso, o EBITDA melhorou frente ao 4T22, para US$ 205 milhões recorrente (R$ 1,1 bilhões) no 1T23.


Ainda assim, os spreads continuam apertados e o Ebitda muito inferior ao do ano passado


Seguindo o Ebitda pressionado, a Braskem encerrou o 1T23 com lucro líquido de R$ 242, uma queda de 94% ante o lucro do 1T22.


Mas as ações da Braskem estão atualmente negociando muito mais atreladas as movimentações de uma possível venda dos 50,1% que a Novonor (ex Odebrecht) tem na empresa.


Isso porque apesar dos resultados de curto prazo da Braskem estarem pressionados, a empresa historicamente é uma excelente geradora de caixa, veja no gráfico abaixo:




O fator mais importante para uma possível valorização das ações.


A avaliação do quanto um comprador vai pagar pela Braskem em uma aquisição, leva em consideração muito mais sua possivel geração de caixa futura do que o momento atual dos resultados e por isso é o fator mais importante para uma possível valorização das ações.


Se o valor ofertado for muito maior que o valor negociado em bolsa, é natural esperar que a cotação da ação acompanhe tal valor na bolsa.


Por isso que vimos as ações da Braskem subirem até mais de 30% em um único dia esta semana com esta notícia:


Ontem a Novonor confirmou ter recebido uma proposta para vender a Braskem


Isso ocorreu após alguns jornais como Folha e O Globo noticiarem que haveria uma proposta da Adnoc, a maior petroleira dos Emirados Árabes junto ao fundo Apollo para aquisição da petroquímica, de R$47 por ação, o que seria um prêmio de 153% sobre o preço das ações da Braskem antes da notícia vazar.


Com este vazamento as ações da BRKM5 subiram 34% nos últimos 30 dias e atualmente estão R$25,3.


Já o Brazil Journal afirmou que fontes a parte da proposta informaram que seria de uma combinação entre R$20 por ação em dinheiro + R$20 em bônus perpétuos com remuneração de 4% ao ano (que teria um valor presente de R$5) + 7,14 de warrants (atrelados ao desempenho da ação).


Ou seja, segundo as fontes, o preço da oferta seria mais próximo de R$30 por ação do que de R$47, se considerado o valor presente das parcelas pagas em títulos e não em dinheiro.


A novela para venda da Braskem já vem de tempos...


Um pouco de história nessa venda da Braskem...


Em 2018 a a holandesa LyondellBasell, 3ª maior produtora de resinas plásticas do mundo, fez proposta para comprar o controle da Braskem avaliando as ações em R$52, um valor significativamente maior do que o atual, quando negocia a R$25,3 por ação.


Em 2019 a LyondellBasell desistiu, diante da insegurança jurídica e sobre a situação financeira do grupo Odebrecht e possivelmente pelo desastre em Alagoas.


Em 2018 surgiram rachaduras em casas e ruas em Maceió (AL), relacionado as atividades da empresa.


A Braskem já desembolsou R$7,5 bilhões de R$13 bilhões provisionados em reparações, mas não podemos garantir que não surjam novos passivos, e um comprador considerará isso.


O que fará a Petrobras com sua participação na Braskem ?


A Petrobras é a segunda maior acionista da empresa, e possui 36,1% das ações e 47% do capital votante da Braskem, enquanto a Novonor possui 38,3% das ações e 50,1% do capital votante, ou seja, tem o controle da Braskem.


A Petrobras (PETR4) decidirá nas próximas semanas sobre sua participação e rumores foram levantados sobre uma possível troca de ações em vez de se vender sua parte na BRKM5.


A Petrobras tem interesse em ampliar participação em refino e por isso talvez o governo atual não queira vender sua participação.


Por outro lado, a Petrobras tem direito a tag along (ou seja, vender sua parte na Braskem pelo mesmo preço que o controlador vender) e poderia ser interessante receber o valor da venda e focar em outros projetos de refino de combustível, por exemplo.


Próximas cenas


Como mencionei, o fator mais importante para uma possível valorização das ações será o valor divulgado da proposta que a Novonor já confirmou ter recebido e a negociação deste preço.


Considerando o histórico e os rumores, temos como um preço base um valor parecido com o atual negociado no mercado... e o que vier a mais, muito provavelmente será lucro para os atuais acionistas da empresa.


Abraços

Cristiane Fensterseifer – CNPI, CGA e consultora CVM

Instagram : @crisinveste

Twitter : @crisinveste


09/05/2023


Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
RECEBA
O MELHOR
CONTEÚDO DE
INVESTIMENTOS
NO SEU EMAIL

Obrigado(a)!

bottom of page